Pessoas que falam palavrões são mais honestas e suportam mais dor - Portal de dicas!

Informática

Culinária

Moda

Games

Automóveis

Viagens

Educação

Música

Cinema

Meio Ambiente

Relacionamento

Política

Saúde

Dicas Diversas

Você está em: Home » Pessoas que falam palavrões são mais honestas e suportam mais dor
Pessoas que falam palavrões são mais honestas e suportam mais dor
Por Redação | Publicado em 14 de outubro de 2015 ás 19:00

palavrão

Um estudo norte-americano, da área de psicologia humana, sugere que pessoas que dizem palavrões podem ser mais honestas e confiáveis. Um dos pesquisadores integrantes e especialista na área, afirma que apesar do ato de falar palavrão ainda ser socialmente associado a algo ruim, “dizer palavrão é uma maneira de transmitir emoções, tais como raiva, frustração, decepção, e também felicidade, surpresa, alegria”.

De acordo com a pesquisa, falar palavrão é uma estrategia de pessoas verdadeiras para expressar seus sentimentos, sentimentos esses que de outra forma seriam guardados para elas mesmas ou camuflados com palavras mais “corretas”, o que não corresponde à realidade do sentimento. Dessa forma, dizer palavrões em situações determinadas, pode ser um sinal de honestidade e confiança.honestidade

Outro estudo realizado pela Keele University, Inglaterra, constatou que dizer palavrões ajuda aliviar a dor. Isso porque quando as pessoas xingam, o organismo desencadeia a chamada reação de luta ou fuga, que é uma resposta fisiológica associada ao comportamento agressivo.

O estudo provou, portanto, que dizer palavrões produz não apenas uma resposta emocional, mas também física. Porém essa resposta acontece somente em pessoas que não falam palavrões com muita frequência, mas dizem em momentos de raiva, frustração ou alegria extrema.

Foram 71 voluntários com idades entre 18 e 46 anos que participaram da pesquisa. Todos preencheram um formulário que avaliava com que frequência diziam palavrões. Depois a tolerância à dor foi medida com base em quanto tempo cada participante conseguia manter suas mãos em um balde contendo água gelada e gelo.

Os resultados mostraram que os participantes que não falam palavrões com frequência no dia a dia , mas falaram no momento da dor, resistiram mais tempo com as mão na água gelada.

Veja +
() Comente pelo Facebook