Excesso de suor nos pés, mãos e rosto? Saiba o que isso pode significar.

Informática

Culinária

Moda

Games

Automóveis

Viagens

Educação

Música

Cinema

Meio Ambiente

Relacionamento

Política

Saúde

Dicas Diversas

Excesso de suor nos pés, mãos e rosto? Saiba o que isso pode significar
Por Casttelo | Publicado em 30 de julho de 2018 ás 11:37

suor

 

Excesso de suor em determinadas partes do corpo podem significar um tipo de alteração nas glândulas sudoríparas. A Hiperidrose é uma condição caracterizada por um aumento anormal na taxa de transpiração corporal, podendo afetar qualquer parte do corpo, em especial pés, mãos, rosto, axila e virilhas. O excesso de suor nestas áreas pode gerar desconforto, constrangimento e até comprometer atividades simples do dia a dia.

O suor demasiado nas mãos pode interferir na rotina da pessoa, como dificuldade de segurar objetos de forma segura e atividades que exijam precisão. Também pode ser um empecilho para quem gosta de tocar instrumentos musicais. A sudorese acentuada nas mãos também pode gerar situações embaraçosas até mesmo ao cumprimentar alguém pegando na mão. Entre outras situações.

Quando a hiperidrose afeta os pés, pode gerar problemas de locomoção. O excesso de suor nos pés torna difícil à utilização de calçados abertos, tornando-se escorregadio. Além de gerar odor desagradável ao usar calçados fechados por longos períodos de tempo.

Em alguns casos, a hiperidrose pode ser nas axilas causando enormes manchas de suor em roupas gerando desconforto.

 

suor nas mãos

 

A Hiperidrose pode ter razão hereditária ou pode ser adquirida ao longo da vida. No caso da hereditária (primária) os primeiros sinais começam aparecer na infância ou pré adolescência.

Já a adquirida (secundária) aparece mais tardiamente e normalmente ocorre devido a distúrbios na glândula tireoide, hipófise, e em casos de diabetes e menopausa ou mesmo em situações de estresse emocional.

A diferença da hiperidrose com a transpiração normal é que ela afeta áreas superiores a 100 cm². Estima-se que a hiperidrose primária atinja 2,8% da população mundial.

 Pode acometer igualmente homens e mulheres e ocorre mais comumente em pessoas entre 25 e 64 anos.

Cerca de 30-50% dos pacientes têm outro membro da família com a mesma condição, o que implica uma predisposição genética que pode aparecer logo na infância. O grau que a Hiperidrose afeta as pessoas varia com muitos fatores como idade, estresse, etc.

É sempre indicado procurar ajuda médica caso se sinta afetado e prejudicado pela condição. Em níveis menos acentuados é possível reduzir o excesso de sudorese com as dicas que serão apresentadas no final desta matéria.

Já em casos mais graves e complexos o médico pode sugerir intervenção cirúrgica.

Excesso de suor nos pés, mãos e rosto? Dicas para amenizar!

suor nos pés

 

1- Cloreto de Alumínio

Produto comumente utilizado em antitranspirantes. Pessoas com hiperidrose necessitam de uma concentração maior deste componente para tratar de forma eficaz o problema.

Busque antitranspirantes com maior teor do Cloreto de Alumínio.

Em lojas especializadas é possível encontrar antitranspirantes de Cloreto de Alumínio para mãos e pés.

2- Toxina Botulínica

Os conhecidos Botox e Dysport  podem ser utilizados para reduzir a atividade sudorípara.

As injeções devem ser aplicadas por profissionais da área nas regiões acometidas e seus efeitos podem durar cerca de 9 meses.

3- Anticolinérgicos

Estas drogas também auxiliam na redução da hiperidrose.

A Oxibutinina (marca Ditropan) é aquela que tem se mostrado a mais promissora. Embora tenha efeitos colaterais fortes  que incluem sonolência, sintomas visuais e secura na boca.

Outra versão dessa droga também está disponível (Ditropan XL), com eficácia supostamente reduzida.

O Glicopirrolato (Robinul) é uma outra droga usada. A droga parece ser quase tão eficaz quanto a oxibutinina e tem efeitos colaterais similares.

Outros agentes anticolinérgicos que têm sido testados incluem o Brometo de Propantelina (Probanthine)  e a Benzotropina (Cogentin).

4- Antidepressivos e Ansiolíticos

Utilizados em casos onde há diagnóstico médico de que a Hiperidrose é oriunda de estado emocional. Como dito, em casos extremos é indicado procurar um médico especializado que pode considerar a opção cirurgica que remove as glândulas sudoríparas em excesso.

Em todos os casos vale a pena prestar atenção ao seu corpo, estar atento às mudanças e quando elas ocorrem.

Utilize nossas dicas para auxiliar e procure um especialista, caso considere necessário.

Veja +
() Comente pelo Facebook