Espécies Brasileiras em risco de extinção

Informática

Culinária

Moda

Games

Automóveis

Viagens

Educação

Música

Cinema

Meio Ambiente

Relacionamento

Política

Saúde

Dicas Diversas

Espécies Brasileiras em risco de extinção
Por Bibi | Publicado em 24 de julho de 2018 ás 02:12

Hoje no Brasil, aproximadamente 650 espécies se encontram em risco de extinção. Existem vários fatores que impactam negativamente no desaparecimento de determinada espécie, como o tráfico de animais, caça predatória, queimadas, poluição.

O Brasil amargamente lidera o ranking, segundo a IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais), de espécies de aves em extinção devido a um número elevado de espécies que são encontradas somente em lugares específicos do Brasil, como na Amazônia, por exemplo.

Apesar do Brasil ser um dos países mais ricos em biodiversidade, existem muitos animais da nossa fauna em risco de extinção. Conheça alguns deles a seguir:

 

risco de extinção

 

Espécies Brasileiras em risco de extinção

1. Arara-Azul-Grande

Anodorhynchus hyacinthinus – É uma espécie que vem lutando contra o desmatamento de seu habitat, tráfico de animais e caça ilegal, devido ao grande valor de suas penas no mercado internacional. É encontrada na Amazônia e no Pantanal. Não confundir com à Ararinha Azul, que é um espécie já extinta e que só existem em cativeiros.

 

risco de extinção

 

2. Ararajuba

Guaruba guaruba – Esta espécie encontra-se no status de vulnerável a extinção, pouco se sabe a respeito dos hábitos da Ararajuba, o que dificulta sua proteção. É encontrada somente na Amazônia e o constante desmatamento de seu habitat e a caça ilegal vem acentuando o seu risco de extinção.

 

risco de extinção

 

3. Saíra-Militar

Tangara cyanocephala – é uma ave com cores fortes e belas, tornando-a um atrativo no mercado internacional. É encontrada na Mata Atlântica e o desmatamento desse bioma vem acentuando a extinção dessa linda espécie.

 

risco de extinção

 

4. Soldadinho-do-Araripe

Antilophia bokermanni – É uma espécie típica da caatinga, a criação intensiva e expansão de gado e o crescimento das cidades nessa região estão contribuindo negativamente para a preservação dessa ave, que atualmente corre o risco de extinção.

 

risco de extinção

 

5. Udu-de-Coroa-Azul

Momotus momota – É uma espécie encontrada na Amazônia, Pantanal e Mata Atlântica. Atualmente vem enfrentando o desmatamento de seu habitat natural e o tráfico de espécies.

 

risco de extinção

 

6. Ariranha

Pteronuna brasiliensis – Conhecida popularmente por lontra gigante ou lobo do rio vem enfrentando problemas de preservação devido a poluição desenfreada dos rios, caça predatória e caça ilegal. É encontrada no Pantanal e na Amazônia.

 

risco de extinção

 

7. Tartaruga-de-Couro

Dermochelys coriacea – Conhecida popularmente por tartaruga gigante é classificada como a maior tartaruga marinha do mundo. É tipica de de oceanos tropicais e temperados, o consumo da carne e óleo desse animal é legalizado em alguns países, tornando a sua preservação ainda mais difícil. Atualmente, é classificada como uma espécie criticamente ameaçada de extinção.

 

risco de extinção

 

8. Tartaruca-Oliva

Lepidochelys olivacea – É uma espécie que sofre com a caça ilegal, a pesca acidental e a poluição das águas, possui hábito migratório e desova nas regiões litorâneas do Brasil, assim como a tartaruga-de-couro, também possui sua desova regular em praias o que acentua a caça dessas espécies.

 

risco de extinção

 

9. Sapo-Folha

Proceratophrys boiei – É uma espécie relativamente nova em termos científicos, foi catalogado em 2010 e corre o risco de desaparecer, foi descoberto na Bahia, na Serra do Timbó. Atualmente, encontra-se criticamente ameaçado de extinção devido o desmatamento de seu habitat.

 

risco de extinção

 

10. Onça-Pintada

Panthera onca – É classificada como o maior felino das Américas, devido ao grande valor de sua pele no mercado mundial e a caça por fazendeiros. Atualmente, é considerada vulnerável a extinção, com exceção do Pampa, onde já foi extinta, é encontrada em todos os outros biomas.

 

risco de extinção

 

11. Gato-Maracujá

Leopardus wiedii – É encontrado na Amazônia, Mata Atlântica, Pantanal, Cerrado e Pampa. Atualmente, o desmatamento é o maior problema enfrentado pela espécie, mas enfrenta problemas com caça para vender sua pele à décadas.

 

risco de extinção

 

12. Lobo-Guara

Chrysocyon brachyurus – É classificado como o maior canídeo da América do Sul, encontra-se vulnerável a extinção devido ao desmatamento de seu habitat natural e a caça ilegal por fazendeiros para proteção de seus rebanhos.

 

risco de extinção

 

13. Tamanduá-Bandeira

Myrmecophaga tridactyla – Encontra-se em regiões onde seu habitat vem sofrendo com queimadas e desmatamento para criação de gado. É encontrado na Amazônia, Cerrado, Pantanal e Mata Atlântica.

 

risco de extinção

 

Veja +
() Comente pelo Facebook